Seja apenas você mesma

.Não adianta tentar ser o que você não é. Para valorizar sua beleza, descubra seu estilo, chame a atenção para seus pontos fortes, aceite suas limitações e não dê tanta importância aos modelos impostos.

Acontece com todo mundo. Um dia, você acorda meio de mau-humor e ao encarar o espelho, se assusta. Não deixa escapar os sinais das pálpebras inchadas e examina os cabelos arrepiados. No chuveiro: pneuzinhos demais, curvas de menos. E o que dizer daquela barriguinha insistente e da celulite mais do que visível.

E a impressão é de que só mesmo um milagre para transformar você numa pessoa perfeita e de dar um jeito nessa situação. Mas já que nada disso tem jeito, veste a primeira roupa que vê pela frente, sai com celulite e tudo rumo ao trabalho.

Todas nós já tivemos um despertar assim e na maior parte das vezes, seguido de uma dolorosa preocupação de que os outros vêem e pensam sobre nós.

Nessas horas parece difícil não submeter-se a uma velha armadilha tão antiga quanto ineficiente: a da vitimização. Se não somos desse ou daquele jeito, a culpa é da nossa herança genética, da falta de dinheiro, da sobrecarga de trabalho, dos muitos compromissos com a família e de tudo o mais que absorve nosso precioso tempo. Mas pode também dar a volta por cima: arregaçar as mangas, traçar metas e alcançar seus objetivos vertendo suor em vez de lágrimas. Agora ou depois, pegar ou largar, tudo depende de seu empenho e de sua capacidade de tolerar algumas inevitáveis frustrações. Ninguém ganha um corpo escultural, um andar ágil ou um estado quase zen de equilíbrio emocional deitada num sofá se deliciando com sanduíche, pipoca, chocolate e refrigerante.

É Preciso, em primeiro lugar, responder a dúvida com decisão: quero mudar ou não quero? Depois, encarar com firmeza e disciplina as iniciativas. Virar o jogo também requer prática e habilidade e é uma tarefa que envolve três etapas fundamentais: a identificação de oportunidades, a moderação para optar pela mais adequada e, por fim, a persistência – aquela teimosia saudável que nos faz seguir na direção reta e direta da realização.

O que se vê por fora é reflexo do que há por dentro podendo ser uma idéia ou um modelo mental. A beleza interior existe e está associada a um estado de espírito positivo, de uma energia alegre, mas também de algumas atitudes. Não tente se enganar: a beleza começa pela boca e se você é daquelas que não conseguem fugir das tentações do fast-food, preste atenção a sensação que elas provocam.

Neste mundo de conveniências, é possível cuidar da alimentação sem sacrifícios, valendo-se de boas doses de informação e equilíbrio. A mudança de hábito, além de ajudar na boa forma, traz benefícios à saúde.

Mude, melhore, experimente-se, surpreenda-se, faça o que quiser. Mas tome muito cuidado para não se transformar numa caricatura mal-acabada de si mesma. Respeite seu equilíbrio e suas proporções. O perigo está no exagero e na vontade de se manter jovem a qualquer preço mesmo que o resultado seja desastroso.

Modele suas formas mantendo metas e sacrifícios em medidas proporcionais; ouça seu corpo e aprenda o que cada sintoma tem a lhe dizer; sinta seu corpo e ofereça-lhe suprimento extra de descanso, carinho e prazer. Você é responsável por toda marca, cada linha, cada inscrição. Sempre é possível refazer alguma parte, apagando rastros, aprimorando o que simplesmente não deu certo.

Cabe a cada mulher ser o que bem quiser. E a beleza é o resultado de uma história de vida particular, que revela sua verdadeira identidade.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: